Seja bem-vindo
São Paulo, 04/03/2024

    • A +
    • A -
    Publicidade

    Retrospectiva do Futebol Brasileiro de 2023

    O ano de 2023 foi repleto de campeões no Brasil

    Fonte: Foothub
    Retrospectiva do Futebol Brasileiro de 2023 Reprodução/Instagram

    O ano de 2023 do futebol brasileiro ficou marcado por títulos inéditos, campeonatos cada vez mais disputados, aumento nas premiações, investimentos maiores por parte dos clubes, trazendo grandes nomes do futebol mundial para desfilar nos gramados brasileiros. 


    Com a chegada de Marcelo, Suárez, James Rodríguez, Enner Valencia, Lucas Moura, além de grandes nomes que já estavam em outras temporadas no futebol brasileiro, garantiram uma grande expectativa para a temporada 2023 por parte dos torcedores e comunicadores.


    Campeonatos Estaduais: O pontapé inicial na temporada


    O pontapé inicial do ano foi dado pelos campeonatos estaduais, que sempre reservam para os torcedores rivalidades regionais. Além disso, serviu como período de testes para as equipes, visando o decorrer da temporada. 


    Veja a lista de campeões estaduais de 2023


    Campeonato Alagoano – CRB 

    Campeonato Amazonense – Amazonas 

    Campeonato Baiano – Bahia 

    Campeonato Brasiliense – Real Brasília 

    Campeonato Capixaba – Real Noroeste 

    Campeonato Carioca – Fluminense 

    Campeonato Catarinense – Criciúma 

    Campeonato Cearense – Fortaleza 

    Campeonato Gaúcho – Grêmio 

    Campeonato Goiano – Atlético-GO 

    Campeonato Maranhense – Maranhão 

    Campeonato Mato-Grossense – Cuiabá 

    Campeonato Mineiro – Atlético-MG 

    Campeonato Paraibano – Treze 

    Campeonato Paranaense – Athletico-PR 

    Campeonato Pernambucano – Sport 

    Campeonato Piauiense – River 

    Campeonato Sergipano – Itabaiana

    Campeonato Tocantinense – Tocantinópolis 

    Campeonato Acreano – Rio Branco AC

    Campeonato Paraense– Águia de Marabá 

    Campeonato Potiguar – América RN

    Campeonato Rondoniense– Porto Velho

    Campeonato Roraimense– São Raimundo

    Campeonato Sul-Mato-Grossense – Costa Rica

    Campeonato do Amapá – Trem

    Campeonato Paulista – Palmeiras


    Supercopa e Recopa Sul Americana: Primeiros títulos a serem conquistados



    Foto: Reprodução


    Durante as disputas dos estaduais, Flamengo e Palmeiras tiveram que dividir seus focos visando os primeiros troféus da temporada. Na disputa da Supercopa do Brasil, que reuniu o Campeão do Brasileirão e da Copa do Brasil do ano anterior, Palmeiras e Flamengo fizeram uma partida muito acirrada, em que os paulistas levaram a melhor, vencendo por 4 a 3, conquistando assim, o primeiro título de expressão no calendário brasileiro no ano.


    Já na Recopa Sul-Americana, o Flamengo (Campeão da Libertadores 2022) teve a segunda oportunidade na temporada para começar o ano com um título, mas novamente ficou com o vice, dessa vez para o Independiente Del Valle (Campeão da Sul-Americana 2022), que levantou a taça ao vencer nos pênaltis, pelo placar de 5 a 4.

    Foto: Reprodução/Sérgio Moraes


    Copa do Brasil: O título inédito 



    Foto: Reprodução: Poços Cult


    Após passarem as 3 competições já citadas aqui, se deu início às competições mais importantes da temporada, como as Libertadores e Sul-Americana, o Campeonato Brasileiro, e a Copa do Brasil, a qual teve a sua final antes das outras competições.


    Aqui, tivemos o título inédito do São Paulo, que se consagrou campeão, após vencer o Flamengo na final, e eliminar o seu rival Palmeiras, na semifinal. 


    Competições Sul-Americanas: Brasileiros nas finais



    Foto: Raúl Martínez/EFE


    Chegando nas competições Sul-Americanas, tivemos a presença de brasileiros nas finais de ambas competições. Na CONMEBOL Sul-Americana, o Fortaleza foi o representante brasileiro, e estava em busca do título inédito, mas acabou sendo derrotado nos pênaltis para a LDU, pelo placar de 4 a 3.


    Já na maior competição do continente, a CONMEBOL Libertadores da América, o representante brasileiro foi o Fluminense, enfrentando o representante argentino Boca Juniors, que queria sua sétima taça de Libertadores, enquanto o Fluminense buscava sua primeira.  


    Diferentemente da final da Sul-Americana, o representante brasileiro levantou a taça de campeão, vencendo na prorrogação por 2 a 1, em pleno Maracanã.


    Foto: Esporte News Mundo


    Campeonato Brasileiro: Dança das cadeiras


    Os Campeonatos Brasileiros, da Série A a Série D, trouxeram emoções até os últimos dias. 


    Começando pela primeira divisão do campeonato nacional, por conta da maneira como se deu o término do primeiro turno, não se esperava tanta emoção, devido ao fato do líder do campeonato estar isolado na ponta, chegando a estar com 13 pontos acima do segundo colocado. Portanto, as disputas seriam mais acirradas pelas vagas para a Libertadores, e para não entrar no famoso Z-4. Porém, o segundo turno reservou fortes surpresas, que acabaram embolando a classificação, deixando tudo em aberto na reta final do Campeonato, com destaque para o Palmeiras que conseguiu se recuperar e levantar mais uma taça em sua história.


    Na segunda divisão, o campeão foi determinado com 2 rodadas de antecedência, o segundo time a conquistar o acesso com 1, e os outros dois clubes foram determinados no final, sendo que para 2 vagas, 6 clubes tinham chances na última rodada. Já na briga contra o rebaixamento, 4 clubes brigavam para não cair na rodada 38.


    Na Série C, a emoção ficou reservada para a briga do acesso, com destaque para a polêmica envolvendo o São José – RS, que chegou a fazer o gol do acesso no último lance de partida, e após checagem do VAR, que durou 6 minutos, foi anulado. 


    Na Série D, a final entre Ferroviário e Ferroviária trouxe uma partida disputada, tanto no jogo de ida, com o empate em 0 a 0, quanto na volta, na vitória do Ferroviário por 2 a 1.


    Destaques do Brasileirão de 2023


    Palmeiras (campeão)

    Botafogo (Libertadores 2024)

    Flamengo (Libertadores 2024)

    Atlético MG (Libertadores 2024)

    Grêmio (Libertadores 2024)

    RB Bragantino (Libertadores 2024)

    América-MG (rebaixado para a Série B 2024)

    Coritiba (rebaixado para a Série B 2024)

    Goiás (rebaixado para a Série B 2024)

    Santos (rebaixado para a Série B 2024)


    Destaques Brasileirão Série B de 2023


    Vitória (campeão)

    Juventude (acesso à Série A em 2024) 

    Criciúma (acesso à Série A em 2024) 

    Atlético-GO (acesso à Série A em 2024) 

    ABC (rebaixado para a Série C 2024)

    Londrina (rebaixado para a Série C 2024)

    Tombense (rebaixado para a Série C 2024)

    Sampaio Corrêa (rebaixado para a Série C 2024)

    Campeão Brasileirão Série C de 2023:

    Amazonas Futebol Clube (campeão)

    Brusque (acesso a série B 2024)

    Paysandu (acesso a série B 2024)

    Operário-PR (acesso à série B 2024)

    Pouso Alegre (rebaixado para a Série D 2024)

    Altos (rebaixado para a Série D 2024)

    América RN (rebaixado para a Série D 2024)

    Manaus (rebaixado para a Série D 2024)


    Destaques do Brasileirão Série D de 2023


    Ferroviário Atlético Clube (campeão)

    Athletic Club (acesso a Série C 2024)

    Caxias (acesso a Série C 2024)

    Ferroviária-SP (acesso a Série C 2024)


    Valores investidos


    Se tratando mais de números, segundo a Pluri Consultoria, o Flamengo foi o clube brasileiro que mais pagou na formação do seu plantel atual, com € 142 milhões de euros. Desse valor, cerca de 33% foram gastos com a compra de jogadores em 2023. O rubro-negro é o único que ultrapassou a marca de € 100 milhões na formação do seu elenco. O investimento na composição do elenco do clube foi 151% superior ao do Palmeiras. 


    O Palmeiras é o 2º clube do país que mais investiu, totalizando um gasto de € 56,50 milhões. Desse valor, 16% foram pagos na compra de jogadores em 2023. Cabe destacar que o clube paulista possui o plantel com a 2ª menor média de idade entre as equipes da Série A, que é de 25,80 anos. 


    O RB Bragantino, detentor do elenco com a menor média de idade entre as equipes do Brasileirão, com 24,10 anos, é a 3ª equipe da Série A que mais pagou pela formação do plantel, desembolsando um total de € 34,74 milhões. – Completando o Top 5, temos o Atlético Mineiro e Botafogo. O clube mineiro pagou um total de € 22,35 milhões pelo seu plantel, enquanto o alvinegro carioca, líder do Brasileirão na maior parte do campeonato, gastou € 21,19 milhões com a formação do seu elenco.



    Vale destacar aqui, que o Campeão da Libertadores em 2023, o Fluminense investiu apenas € 5,60 milhões na formação de seu plantel. Esses valores colocam o clube carioca na 4ª posição entre os que menos gastaram com seus elencos. Apesar do investimento moderado, o sucesso do tricolor das Laranjeiras pode ser atribuído à estratégia de apostar em jogadores que chegaram sem custo e oriundos da base.


    Ao todo, os clubes da Série A tiveram um crescimento no valor de mercado dos seus elencos de € 82,8 milhões ao comparar o final da janela de transferências europeia com os valores finais de dezembro. O total aumentou de € 1,35 bilhão para € 1,44 bilhão, representando um crescimento de 6%.


    Portanto, vimos que 2023 foi um ano que marcou o futebol por pontos positivos, como melhora do produto, tanto por conta da presença de jogadores mundiais, quanto mais dinheiro investido por partes dos clubes para melhorar estruturas, processos, e contratar os melhores profissionais para compor os departamentos. 


    Que 2024 reserve para o futebol brasileiro cada vez mais campeonatos disputados, e melhores jogadores nos palcos do País do Futebol. 




    COMENTÁRIOS

    Buscar

    Alterar Local

    Anuncie Aqui

    Escolha abaixo onde deseja anunciar.

    Efetue o Login