Projeto de Lei institui o Dia Nacional de Combate à Violência no Esporte

A data será celebrada todo dia 9 de março

Por Assessoria Roberto Alves 09/10/2019 - 11:22 hs
Foto: Divulgação

Mobilizar a sociedade e o poder público contra a violência física e psicológica que atinge os atletas brasileiros, amadores e profissionais, de todas as idades, modalidades e categorias. Essa é a ideia do Projeto de Lei nº 5323/2019, de autoria do deputado federal Roberto Alves (Republicanos-SP), que institui o ‘Dia Nacional de Combate à Violência no Esporte’, a ser celebrado no dia 9 de março.

Essa data lembra a morte do estudante Denílson Silva, de 13 anos, que foi assassinado, em 2016, pelo professor da escolinha de futebol onde ele treinava, em Recife (PE). A mãe do menino, Vânia Silva, que luta pela condenação do autor do crime, foi homenageada pelo deputado Roberto Alves, durante um debate na Câmara dos Deputados sobre a violência física e psicológica contra crianças e adolescentes no esporte, nesta terça-feira (8).

“Com este projeto de lei, queremos eternizar o nome e a história de Denílson, pois ele representa um grande número de jovens atletas que passam por provações para conquistar o sonho do pódio. Vamos lutar para que o esporte seja um instrumento de transformação social para todos”, disse o parlamentar, ao entregar uma cópia do projeto de lei à Vânia.

A mãe de Denílson foi aplaudida pelos participantes do debate e se emocionou. Ela agradeceu ao deputado Roberto Alves pela homenagem e disse que a sua luta, agora, alcançou o país inteiro. “Toda criança tem o direito de ser feliz praticando esporte. Estou lutando para que a dor que eu senti, ao perder meu filho, seja uma luz para outras crianças”, disse ela.