Seja bem-vindo
São Paulo, 17/07/2024

    • A +
    • A -
    Publicidade

    Em Oklahoma (EUA), governo sofre oposição contra o ensino bíblico nas escolas

    Caso faz parte de um sistemático movimento contra o cristianismo no ocidente


    Em Oklahoma (EUA), governo sofre oposição contra o ensino bíblico nas escolas Freepik

    No mês de julho, tem circulado uma proposta do governo de inserir estudos bíblicos nas escolas do estado de Oklahoma, nos Estados Unidos.


    O quadro geral:

    A iniciativa surgiu no Departamento de Educação do estado e o intuito é trazer ensinos sobre o contexto histórico da Bíblia para que os alunos compreendam melhor o conteúdo das Escrituras. Entretanto, uma frente se mobilizou contra o projeto alegando que Estado e religião não devem se misturar. Para Ryan Walters, responsável por conduzir a inserção do projeto nas escolas, a oposição não faz sentido porque foram consideradas as orientações acadêmicas do estado e a Bíblia é um livro histórico valioso, que foi importante para a construção estadunidense. Ele também exemplificou que a Bíblia ajudou a fundamentar a Constituição dos EUA. Inclusive, Ryan apontou que o Título 70, dos Estatutos do Estado de Oklahoma, concede o direito à instituição de inserir os estudos bíblicos nas escolas. As informações são do Chiristian Post.


    Sim, mas:

    Rachel Laser, representante da organização “Americans United for Separation of Church and State”, tem sido irredutível com relação ao seu posicionamento contra Ryan e os estudos bíblicos nas escolas. Ela acusou Ryan de praticar “nacionalismo cristão clássico” e que, por isso, ele era inapto para ocupar o cargo.


    Nas entrelinhas:

    Por volta do século 17, muitos dos imigrantes europeus que chegaram ao atual Estados Unidos traziam consigo os valores cristãos e, por isso, a Bíblia fez parte, inclusive, das leis do país. Entretanto, com o passar dos séculos, a população vem se distanciando do que a Palavra de Deus diz e o secularismo tem ganhado cada vez mais espaço na sociedade. Desse modo, é possível notar que o cristianismo recebe maior oposição do que qualquer outra religião no país, em que grupos barulhentos tentam sufocar as referências bíblicas nas instituições.




    COMENTÁRIOS

    Buscar

    Alterar Local

    Anuncie Aqui

    Escolha abaixo onde deseja anunciar.

    Efetue o Login