Nota à Frente Parlamentar Evangélica

Por Redação Unigrejas 06/12/2019 - 08:37 hs

A União Nacional das Igrejas e Pastores Evangélicos – UNIGREJAS,  está imensamente agradecida pela proposta aprovada por unanimidade pelos senadores de nossa República, em que garante a isenção de ICMS até 31 de dezembro de 2032 a templos religiosos e entidades beneficentes de assistência social.

Agradecemos também à Frente Parlamentar Evangélica, em especial ao presidente deputado Silas Câmara (Republicanos-AM), que se empenhou para a aprovação do projeto de lei complementar.

Igualmente, parabenizamos à autora do projeto, a deputada federal Clarissa Garotinho (Pros-RJ), pela apresentação do projeto, por saber da enorme contribuição que as igrejas evangélicas têm dado ao Brasil, não apenas na propagação do Evangelho, mas também em inúmeras ações sociais. 

Os templos religiosos, por meio de seus voluntários, vão de encontro aos mais necessitados e desprezados, muitas vezes, fazendo um trabalho que o próprio governo não consegue atender. São os evangélicos que visitam os presidiários frequentemente, oferecem alimento físico e espiritual aos moradores de rua, levam palavras de fé e consolo aos pacientes de hospitais e para seus familiares, fazem um trabalho educacional com jovens e crianças, assistem mulheres vítimas de violência, entre outras atividades diversas de apoio físico e emocional.

Portanto, nada mais justo que seja prorrogada tal isenção e que nosso país siga valorizando e priorizando leis que contribuam cada vez mais com a população evangélica.