Seja bem-vindo
São Paulo, 21/04/2024

    • A +
    • A -
    Publicidade

    6 exercícios que fazem bem para a saúde

    Apesar de não estar entre os favoritos do público, a prancha é um dos exercícios que trabalham o core, ou seja, a região central do corpo

    Fonte: CNN
    6 exercícios que fazem bem para a saúde Freepik

    Você pode ser uma pessoa bem avançada na academia e na musculação, mas, com certeza, tem pelo menos um exercício que odeia fazer. Seja porque cansa muito, seja porque a execução é complicada, você prefere “pular” ou o deixar sempre como o último a ser feito entre as opções da planilha de treinos.


    Mas a verdade é que, por mais que esses exercícios não sejam os queridinhos das pessoas que praticam atividade física, eles são muito bons para a saúde. “Os exercícios mais odiados são os melhores exercícios”, afirma Lincoln Cavalcante, personal trainer fundador da Neuro Performance EMS.


    “Os alunos sempre tendem a gostar mais dos exercícios que são mais confortáveis, e o nosso organismo sempre busca a zona de conforto. Fisiologicamente explicando, o corpo busca pela homeostase, que é o equilíbrio normal da função metabólica, cardiovascular ou outra necessidade física pelo estado de equilíbrio”, completa.


    Ou seja, é normal você não gostar de fazer agachamento ou fazer careta quando vê que o burpee faz parte do seu treino. Mas são exatamente esses exercícios que vão trazer benefícios para a sua saúde e os resultados estéticos tão desejados.


    “O grande ponto é: os melhores exercícios, que trazem os melhores resultados estéticos e de saúde para a pessoa, são, justamente, os exercícios mais desafiadores”, concorda o personal trainer Caio Signoretti. “Esses exercícios podem e devem ser feitos por qualquer pessoa e eu chamo eles de ‘exercícios base’, ou seja, são a base de um bom treinamento. Os exercícios que, normalmente, são mais fáceis de fazer, são, na verdade, complementares”, completa.


    Com base em suas experiências, quais são os exercícios mais odiados na academia e que, ao mesmo tempo, trazem enormes benefícios para a saúde? 


    Agachamento


    O agachamento é um clássico da academia. Esse exercício é ótimo para construir os músculos da perna, principalmente o quadríceps e posterior de coxa, sendo uma ótima opção para o treino visando o ganho de massa muscular.


    Signoretti afirma que o agachamento é um dos exercícios mais odiados entre seus alunos, mas é, justamente, uma das boas opções de exercícios construtores para membros inferiores, por trabalhar vários músculos de uma só vez.


    Levantamento terra


    Ainda sobre os exercícios para membros inferiores, — que, na visão de Cavalcante, estão entre os mais odiados pelo público masculino — o levantamento terra também não figura entre os queridinhos da galera.


    Esse também é uma opção de exercício construtor e que trabalha diversos músculos da perna e, por isso, é muito bem-vindo no treino para hipertrofia.


     Prancha abdominal


    Os exercícios isométricos — aqueles em que ficamos parados na mesma posição por alguns minutos — também estão entre os mais odiados, tanto na visão de Signoretti, quanto na de Cavalcante. A prancha abdominal é um deles.


    Apesar de não estar entre os favoritos do público, a prancha é um dos exercícios que trabalham o core, ou seja, a região central do corpo. Ela é responsável por fortalecer toda a região do abdômen, além de melhorar a estabilidade do corpo.


    Stiff


    O stiff é um dos exercícios ideais para quem quer fortalecer e aumentar a massa muscular dos glúteos, posterior de coxa e panturrilhas. Mas, para Signoretti, também é um dos menos preferidos entre os alunos.


    Esse exercício figura entre os exercícios construtores ideais para o ganho de massa muscular. Além disso, por ser um exercício que alonga os músculos posteriores da coxa, pode contribuir para a flexibilidade.


    Corrida de alta intensidade


    A corrida oferece diversos benefícios para a saúde. Para quem quer emagrecer, ela é uma grande aliada, já que gera um alto gasto calórico. Além disso, correr fortalece o sistema cardiovascular, ajudando a prevenir doenças crônicas como hipertensão, colesterol alto, obesidade e diabetes.


    “A corrida é muito importante auxilia muito na saúde do coração, ajuda na perda de peso, evita o diabetes e reduz o uso de medicação em hipertensos”, afirma Cavalcante.


     Flexão de braço


    A flexão de braço é outro clássico da academia. Conhecida por seus benefícios para a construção e fortalecimento dos músculos do peito, ombro e braços, ela também está entre os exercícios menos queridos pelo público.


    Isso acontece porque fazer a flexão de braço é realmente desafiador, já que é um exercício trabalhado com o peso do próprio corpo e que exige equilíbrio. No entanto, está entre os exercícios base para um bom treinamento.


    Não esqueça do alongamento


    Por fim, mas não menos importante, está o alongamento. Muitas vezes, esse tipo de exercício é esquecido ou ignorado. “Porém, os alongamentos ajudam muito na mobilidade do corpo”, afirma Cavalcante. Sem essa mobilidade, a execução correta dos exercícios pode ser um grande desafio.




    COMENTÁRIOS

    Buscar

    Alterar Local

    Anuncie Aqui

    Escolha abaixo onde deseja anunciar.

    Efetue o Login