Seja bem-vindo
São Paulo, 21/04/2024

    • A +
    • A -
    Publicidade

    Governo da Nicarágua prende pastores e acusa missionários

    Perseguição contra cristãos no país segue crescendo. Entenda


    Governo da Nicarágua prende pastores e acusa missionários

    Após campanhas evangelísticas em massa no país, o governo da Nicarágua prende pastores locais e faz acusações criminais contra missionários americanos.

    Entenda:

    De acordo com informações do Christian Headlines, o missionário Britt Hancock foi o responsável por realizar campanhas de evangelismo em massa, no ano passado, na Nicarágua, onde, segundo ele, quase um milhão de pessoas participaram.

    Contudo, junto com seu filho Jacob e sua nora, Cassandra, ele enfrenta acusações de lavagem de dinheiro e crime organizado, resultado da perseguição contra cristãos, que ocorre no país.

    Além de Hancock, mais 11 pastores nicaraguenses estão sofrendo as mesmas acusações. 

    “No ano passado, eu O vi curar pessoas, libertá-las e transformar suas vidas. Estou triste e muito preocupado porque nossos pastores, meus amigos, estão na prisão neste momento”, escreveu o pastor à CBN News.

    Ele conseguiu sair do país com a sua família, porém, outros pastores permanecem presos.

    “O governo da Nicarágua reviu e aprovou todos os nossos orçamentos, por isso, não compreendo a complexidade do que está acontecendo num país que amamos profundamente e que fizemos tudo o que podíamos para ajudar”, destacou ele.

    O que você precisa saber:

    O governo da Nicarágua assumiu que os pastores presos são inocentes, mas eles permanecem presos há dois meses, sem contato com a família. 

    “Sei, sem dúvida, que o Senhor nos pediu para fazer campanhas evangélicas, por isso, confio que Deus tem um propósito para isso. Ele não está surpreso com as nossas circunstâncias; vemos repetidamente na Bíblia que onde há perseguição, a Igreja cresce”, finalizou Hancock, que também pediu orações para os cristãos em todo o mundo.

    O que analisar:

    Atualmente, na Lista Mundial de Perseguição 2024, a Nicarágua ocupa o 30º lugar, entre os países que mais perseguem cristãos no mundo.

    Inclusive, o país esteve entre os que mais subiram na lista, indo do 50º lugar para o 30º, em apenas um ano. Isso deixa claro o quanto a perseguição tem crescido assustadoramente no país.




    COMENTÁRIOS

    Buscar

    Alterar Local

    Anuncie Aqui

    Escolha abaixo onde deseja anunciar.

    Efetue o Login