Seja bem-vindo
São Paulo, 04/03/2024

    • A +
    • A -
    Publicidade

    Empréstimo pessoal: o que é e como funciona?

    É fundamental avaliar a necessidade, as opções disponíveis, os valores de juros e a capacidade de pagamento mensal

    Fonte: Investidor Sardinha
    Empréstimo pessoal: o que é e como funciona? Reprodução/Banco do Brasil

    O empréstimo pessoal é uma modalidade de crédito oferecida a pessoas físicas, na qual uma quantia em dinheiro é disponibilizada sem a exigência de uma garantia específica. Esse valor é estabelecido em um contrato e a instituição financeira cobra juros mensais em contrapartida, como acordado no contrato.


    O crédito pessoal pode ser usado para diferentes propósitos, como estudos, viagens, reformas, tratamentos médicos, investimentos, ou pagamento de dívidas, e normalmente não requer um destino específico, diferentemente do financiamento.


    Antes de pedir um empréstimo pessoal, é primordial analisar a necessidade, as alternativas disponíveis, as taxas de juros e a habilidade de fazer o pagamento mensal.


    O que é empréstimo pessoal?


    O empréstimo pessoal é um tipo de crédito muito comum oferecido por instituições financeiras. Ele pode ser usado para qualquer finalidade. Nessa modalidade, o banco ou fintech empresta dinheiro para o cliente e cobra uma taxa de juros pela operação. O pagamento é feito em um número específico de parcelas, pagas mensalmente.


    Existem dois principais tipos de empréstimo pessoal:


    Empréstimo pessoal sem garantia: Nesse caso, a única garantia de pagamento é a palavra do contratante, além da análise de crédito realizada.

    Empréstimo pessoal com garantia: Nesse tipo de contrato, um bem de alto valor é oferecido como garantia de pagamento, como um imóvel ou veículo.

    Para conseguir esse tipo de crédito, a pessoa deve passar por uma análise financeira que avalia o risco de inadimplência da operação. Dessa forma, quem mantém suas contas em dia, tem o nome limpo e mantém um bom score de crédito tem mais chances de conseguir o empréstimo pessoal.


    Como funciona?


    O empréstimo pessoal começa quando uma pessoa solicita um valor e um prazo para pagamento a um banco ou outra instituição financeira.


    O banco então avalia o perfil do solicitante, incluindo renda, hábitos de consumo e histórico de pagamento. Esta análise ajuda a instituição a determinar se o solicitante tem condições de pagar o empréstimo.


    Se a solicitação for aprovada, o dinheiro é depositado na conta do solicitante. A partir daí, o solicitante é obrigado a pagar um valor mensal, com juros, até quitar o contrato.


    Existem dois tipos principais de empréstimo pessoal: o Empréstimo Pessoal Direto, que pode ser feito em qualquer instituição financeira e até mesmo online, com o dinheiro sendo depositado diretamente na conta do cliente, e o Empréstimo Consignado, que é feito diretamente no banco onde a pessoa tem uma conta-salário, com o banco descontando a parcela do empréstimo diretamente do salário mensal do cliente.


    É importante observar as obrigações assinadas em contrato, o número de parcelas e os percentuais de juros. A decisão de fazer um empréstimo pode ser planejada ou emergencial, e existem diferentes situações e motivações para as pessoas pedirem dinheiro emprestado.


    Quais são as vantagens do empréstimo pessoal?


    As vantagens do empréstimo pessoal incluem:


    Liberação rápida do dinheiro: Após a aprovação, o crédito é depositado na conta do solicitante em até um dia. Em alguns casos, o banco deixa um valor pré-aprovado para você que será liberado pela internet, caixa eletrônico e aplicativo.

    Melhor que o cheque especial: Para quem tem conta em banco e paga tudo em dia, o empréstimo pessoal costuma sair mais barato do que usar o cheque especial da sua conta.

    Disponível para negativados: Existem financeiras que liberam o crédito pessoal para negativados, o que não acontece nos bancos com frequência.

    Uso livre do dinheiro: O dinheiro pode ser utilizado para diversas finalidades.

    Taxa de juros mais baixa do que a do cheque especial: Em algumas situações, a taxa de juros do empréstimo pessoal pode ser mais baixa do que a do cheque especial.

    Lembre-se, é importante considerar as taxas de juros e as condições de pagamento antes de solicitar um empréstimo pessoal.


    E os cuidados que devem ser tomados?


    Ao solicitar um empréstimo pessoal, é importante tomar alguns cuidados para evitar problemas futuros. Antes de contratar um empréstimo, avalie suas opções e pesquise as ofertas disponíveis no mercado, além das opções mais baratas com menores juros. Cuidado com os golpes e empresas de fachada, especialmente com sites e aplicativos de empréstimo online.


    É fundamental conhecer preços e o funcionamento do mercado de empréstimos para não cair em ciladas. Além disso, compare o Custo Efetivo Total (CET) da operação, que inclui identificar e conferir os encargos cobrados pelo banco, como os impostos, taxas, seguro, abertura de cadastro.


    Leve tudo isso em conta, e não só os juros, na hora de calcular o Custo Efetivo do negócio, a fim de descobrir o que é mais proveitoso para você. Planejar a forma como você vai pagar o empréstimo é essencial.


    Você precisa ter controle total as suas finanças e das suas obrigações financeiras para que o empréstimo não se torne um fardo e nem uma dívida adicional no seu orçamento.


    Busque parcelas que não ultrapassem 15% de sua renda mensal. E, por fim, leia atentamente o contrato antes de assiná-lo para entender todas as cláusulas e obrigações.


    Quais são as diferenças entre empréstimo pessoal e consignado?


    O empréstimo pessoal e o empréstimo consignado são dois tipos de crédito oferecidos por instituições financeiras, mas possuem características distintas:


    Empréstimo Pessoal


    É o tipo de crédito mais comum oferecido a pessoas físicas. Ele não requer nenhuma garantia específica. basta solicitar o valor e passar por uma análise de crédito para conseguir o dinheiro.


    No entanto, por ter maior risco para as instituições financeiras, também é o empréstimo com a maior taxa de juros. A solicitação parte do consumidor e seu pedido de crédito é analisado pela instituição. Uma vez aprovado, o valor pedido cai diretamente na conta do cliente.


    Empréstimo Consignado


    É um tipo de crédito que tem seu pagamento descontado diretamente do holerite ou benefício do contratante. Por isso, ele só está disponível para quem tem uma renda fixa formal, como trabalhadores com carteira assinada, funcionários públicos e aposentados e pensionistas do INSS.


    É um dos créditos mais baratos do mercado, pois o risco de inadimplência é mínimo, o que resulta em uma taxa de juros mais baixa praticada pelas instituições financeiras.


    A principal diferença entre os dois tipos é que, no consignado, as parcelas são descontadas automaticamente de uma folha de pagamento (holerite ou benefício do INSS, por exemplo), enquanto o crédito pessoal tem suas parcelas pagas pelo contratante.


    Geralmente, o empréstimo pessoal é pago com débito automático em uma conta corrente ou por meio de boleto bancário. Além disso, a taxa de juros é bem diferente entre os dois tipos de crédito, o consignado é muito mais barato do que o pessoal.




    COMENTÁRIOS

    Buscar

    Alterar Local

    Anuncie Aqui

    Escolha abaixo onde deseja anunciar.

    Efetue o Login