Toda oferta que se oferece a Deus revela o que está no coração do ofertante e mostra o seu relacionamento com Ele

O privilégio de ser dizimista e ofertante

Por Adriana Silveira 26/11/2019 - 11:15 hs
Foto: Blog Bispo Macedo
Toda oferta que se oferece a Deus revela o que está no coração do ofertante e mostra o seu relacionamento com Ele
Blog Bispo Macedo

Toda oferta que se oferece a Deus revela o que está no coração do ofertante e mostra o seu relacionamento com Ele. Por meio da oferta a Deus, a pessoa transmite amor, carinho, dedicação e consideração.

Somente aqueles que, num belo dia, tiveram um encontro real com o Senhor Jesus Cristo podem avaliar a grandeza, a glória e a importância dos dízimos e das ofertas.

Entretanto, o privilégio de ser dizimista e ofertante não tem sido de todos. Poucos sabem de verdade o significado de dar e receber de Deus, principalmente porque essa relação inclui o maior e mais importante sentimento que pode habitar o coração do homem – a fé.

A Bíblia está repleta de exemplos, tanto de pessoas simples e humildes, quanto dos mais importantes e ricos executivos que experimentaram a alegria e o gozo de poder oferecer algo para Deus. Muitos foram impulsionados pelo sentimento de gratidão; outros, movidos por profundo amor; e há aqueles que o fazem pelo prazer de ajudar. O médico e evangelista Lucas, no seu Evangelho, diz:

E aconteceu, depois disto, que andava de cidade em cidade, e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do Reino de Deus; e os doze iam com Ele, E algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios; E Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que O serviam com seus bens. Lucas 8.1-3