Seja bem-vindo
São Paulo, 04/03/2024

    • A +
    • A -
    Publicidade

    Na China, cinco líderes cristãos são presos

    A perseguição cristã no país comunista segue prendendo e oprimindo os que creem em Jesus


    Na China, cinco líderes cristãos são presos Freepik/ Wirestock


    No Sul da China, cristãos foram presos por realizar atividades religiosas consideradas ilegais no país.

    O que aconteceu:

    De acordo com informações de sites cristãos internacionais, cinco líderes cristãos e alguns de seus familiares foram detidos por mais de três meses pelas autoridades chinesas.

    Além da detenção, quatro dos cristãos presos tiveram que pagar uma multa de 5 mil yens (moeda chinesa) por praticar “atividades religiosas ilegais” e um cristão recebeu a multa de 300 mil yens, por “estabelecer instituto de educação privado não autorizado”.  

    Com a prisão, o local onde os cristãos estavam e duas escolas foram revistados, assim como livros, cadeiras e mesas desses locais foram confiscados pelo governo chinês.

    O que analisar:

    Os familiares desses cristãos se encontram totalmente abalados pelas suas prisões.

     “Como meu marido foi preso, a empresa onde ele trabalhava o demitiu. Eu também fui demitida pela empresa. Nós dois perdemos o trabalho. Como vamos viver? Eu fiquei sozinha, pois nosso filho está estudando em outra cidade. Ele também foi muito afetado pela prisão”, escreveu a esposa de um deles em uma carta aberta publicada na internet.

    Ela continuou relatando como a prisão do marido tem afetado toda família: 

    “Meu sogro é surdo e tem deficiência e minha sogra tem doença mental. Ela quer ver os filhos todos os dias, mas eu só posso dizer a ela que ‘eles estão fora por algum tempo em uma viagem de estudos’. Mas, depois de alguns meses, eles perguntaram de novo sobre os filhos: ‘Por que eles foram juntos? Por que estão demorando tanto?’. Eles ainda não sabem o que está acontecendo de fato e eu não consigo imaginar se eles suportariam a dor de saber que os filhos estão presos”, disse.  

    O que você precisa saber:

    A perseguição contra os cristãos na China segue intensa ao longo do tempo e o Partido Comunista Chinês tenta, a qualquer custo, eliminar o que considera uma ameaça ao poder.

    Atualmente, a China está na 16ª posição dos países que mais perseguem cristãos no mundo e esse não é um caso isolado de pessoas que sofrem por causa da sua fé no Senhor Jesus.




    COMENTÁRIOS

    Buscar

    Alterar Local

    Anuncie Aqui

    Escolha abaixo onde deseja anunciar.

    Efetue o Login