Seja bem-vindo
São Paulo, 18/07/2024

    • A +
    • A -
    Publicidade

    Até quando persistirá essa onda de calor no nosso amado Brasil?

    De acordo com o Inmet, esse aumento de temperaturas está associado ao fenômeno climático conhecido como El Niño


    Até quando persistirá essa onda de calor no nosso amado Brasil? Freepik

    A onda de calor que abraçou grandes partes do Brasil na última semana do inverno aparentemente não dará uma pausa! O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) já comunicou: o alerta vermelho devido às elevadas temperaturas continuará vigente até terça-feira (26), podendo persistir até a próxima quarta-feira (27) em 11 estados e também no Distrito Federal.

    Desde o dia 18, está um calor escaldante em locais como São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e até mesmo no norte do Paraná. E não para por aí, no Centro-Oeste, em Mato Grosso, Goiás e no Distrito Federal o sol também está bastante intenso! Já no Norte, o Tocantins e algumas áreas do Pará estão sendo impactadas pelo calor, e no Nordeste, Bahia e Maranhão são os estados mais prejudicados.

    De acordo com Heráclio Alves, meteorologista do Inmet, é bastante frequente o intenso calor nesta época do ano em que o inverno está se despedindo e a primavera está se aproximando, especialmente durante a primeira metade da estação. Isso ocorre porque, geralmente, há menos chuvas, maior presença de ar seco e poucas nuvens no céu, o que naturalmente resulta em temperaturas mais elevadas.


    Qual é a causa desse episódio de temperatura elevada?


    Esse momento de elevadas temperaturas se origina das condições climáticas essencialmente secas, assim como do acrescimento da radiação solar, agravado pela existência de um fenômeno atmosférico conhecido como subsidência, que inibe a formação de nuvens e intensifica o aquecimento do ar.

    O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) emite um aviso sobre os consideráveis riscos de ocorrência de acidentes e consequências prejudiciais para a saúde das pessoas, devido às altas temperaturas.

    Esta notificação está relacionada à intensa onda de calor na região Centro-Sul do Brasil, indicando a transição do inverno para a primavera, que tem início neste sábado (23).

    De acordo com o Inmet, esse aumento de temperaturas está associado ao fenômeno climático conhecido como El Niño e às mudanças no clima resultantes do aumento na emissão de gases do efeito estufa na atmosfera.


    Novas ondas de calor


    A possibilidade é bastante alta de novas ondas de calor surgirem, especialmente durante o mês de outubro. Isso significa que é provável que sistemas de pressão atmosférica alta fiquem estagnados sobre o Brasil em momentos diferentes, até o final da primavera, causando bloqueios atmosféricos e consequentes períodos de calor intenso.

    Em outubro, é comum as temperaturas serem mais altas em grande parte do Brasil e serem mais quentes do que em setembro. Assim, é provável que ocorram temperaturas ainda mais elevadas do que as registradas nesta semana ao longo do mês de outubro.




    COMENTÁRIOS

    Buscar

    Alterar Local

    Anuncie Aqui

    Escolha abaixo onde deseja anunciar.

    Efetue o Login