Marcelo Crivella acompanha início das ações do Cuidar da Cidade em Guadalupe

Projeto leva melhoria a 20 mil moradores do bairro

Por Prefeitura do Rio 07/11/2019 - 11:05 hs
Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, acompanhou na manhã desta quarta-feira, 6 de novembro, o início das ações do Cuidar da Cidade em Guadalupe, na Zona Norte. Nesta 37ª edição do programa de zeladoria, estão previstos, ao longo dos próximos dias, atendimentos com base em 62 chamados iniciais feitos por moradores à Central 1746. A maioria das demandas é relacionada a serviços de manejo arbóreo (18), limpeza e restauração da pavimentação em vias públicas (14) e pavimentação (9). O local com mais solicitações é a Rua Tucado, próxima à  Rua Marcos de Macedo. Mas, ao todo, cerca de 15 ruas, com aproximadamente 20 mil moradores, receberão diversos tipos de serviços públicos até o fim de semana.

–  Nós vamos passar vários dias aqui, tapando buracos, podando árvores, limpando ralos entupidos, Enfim, vamos mudar a qualidade de vida dessa comunidade para melhor – afirmou o prefeito, lembrando que a construção do Autódromo de Deodoro “vai melhorar ainda mais as condições de vida” de quem vive na região.

Crivella percorreu algumas vias, acompanhou de perto a operação tapa buracos e conversou com os moradores sobre soluções para algumas demandas da comunidade. A exemplo das demais áreas já atendidas, o Cuidar da Cidade executará ainda varrição manual, reposição de grelhas de ralos, remoção de lixo, entulho e bens inservíveis, reboques de carcaças de carros abandonadas, raspagem de postes, roçada e capina de vegetação. Funcionários da Fundação Parques e Jardins fizeram plantio de mudas em canteiros espalhados pelas laterais das vias públicas. Também haverá drenagem e retirada do acúmulo de água parada em diversos pontos, desentupimento de redes de  esgoto, e reboque de carcaças de veículos abandonados nas ruas.

Marcelo Ricardo Caber, de 50 anos, exaltou o mutirão da Prefeitura.

– Com os servidores aqui trabalhando, nos sentimos até com a autoestima mais elevada, pois a qualidade de vida melhora muito para nós –  ressaltou Marcelo, ao lado do filho, Marcelo, 10 anos.

Vizinhas, Marluce Barcellos, de 48 anos, e Adriana de Lima e Silva, 41, também destacaram a importância dos serviços para a localidade.

– Tinha várias lâmpadas queimadas, que traziam insegurança para nossos filhos, ao redor da Escola Municipal Maurice Maeterlink e da praça em frente – disse Marluce. – Fizemos a solicitação do mutirão pelo 1746 e fomos atendidos. Estamos muito agradecidos – completou Adriana.

Saiba mais sobre o Cuidar da Cidade

Desde que o programa de zeladoria foi criado, em janeiro, diversas áreas em 28 bairros já foram beneficiadas por mais de 20 mil ações. Desenvolvido pela Secretaria Municipal da Casa Civil, em conjunto com o Centro de Operações Rio (COR) e a Central 1746, o mutirão de zeladoria estabelece um calendário de ações que mobiliza órgãos municipais como a Subsecretaria de Conservação; as secretarias de Saúde e Educação; Comlurb; Rioluz; Fundação Parques e Jardins; CET-Rio; Vigilância Sanitária e Guarda Municipal, entre outros.

O Cuidar da Cidade já passou pelos seguintes locais:

Zona Norte

– Tijuca/Praça Afonso Pena

– Tijuca/Praça Saens Peña

– Ilha do Governador/Ribeira

– Ilha do Governador/Pitangueiras

– Rocha Miranda

– Méier

– Vigário Geral

– Pavuna

– Penha

– Guadalupe

Zona Oeste

– Bangu

– Padre Miguel

– Santa Cruz

– Campo Grande

– Cidade de Deus

– Inhoaíba

– Campo Grande / Conjunto da Marinha

– Vila Valqueire

– Pechincha

– Paciência

– Anil

– Realengo

– Recreio dos Bandeirantes

– Cosmos

– Vila Moretti (Bangu)

– Jardim Caxangá (Senador Vasconcelos)

– Santíssimo

Centro

Zona Sul

– Leblon

– Copacabana (Praça Serzedelo Correia).