LGBT: Empresário vence processo após se negar a estampar simbologia gay

Ele foi processado por grupo LGBT em 2012 por não fazer camisas para uma Marcha Gay

Por Pleno News 07/11/2019 - 08:29 hs
Foto: Divulgação/Alliance Defending Freedom

O empresário cristão norte-americano Blaine Adamson, dono da Hands On Originals, venceu uma ação na Justiça em que foi processado por um grupo de ativistas LGBT por se recusar a estampar camisas para uma Marcha Gay em 2012.

A ação judicial foi movida pela Organização de Serviços para Gays e Lésbicas (GLSO), que procurou a Hands On Originals para estampar camisas para o evento gay daquele ano. Por conta da recusa do empresário em realizar o serviço, o grupo entrou com um processo por discriminação por orientação sexual e identidade de gênero.

Adamson venceu em todas as instâncias e, apesar de vários recursos pedidos pela organização, também conseguiu decisão positiva na Suprema Corte no último dia 31 de outubro, que confirmou assim as sentenças em favor do empresário.

O grupo de advogados da Alliance Defending Freedom, entidade cristã que fez a defesa de Blaine, celebrou o resultado final do processo e destacou que a liberdade de consciência deve sempre ser colocada em primeiro lugar, como está descrito na Constituição dos Estados Unidos.

– A Primeira Emenda protege o direito de Blaine de continuar servindo a todas as pessoas, recusando-se a imprimir mensagens que violam sua fé – conclui o advogado Jim Campbell.