Seja bem-vindo
São Paulo, 02/03/2024

    • A +
    • A -
    Publicidade

    A leitura da Bíblia não é permitida na escola, mas é na prisão. Curioso!

    Certamente, se a Palavra de Deus fosse permitida na escola muitos hoje não estariam na prisão. Entenda


    A leitura da Bíblia não é permitida na escola, mas é na prisão. Curioso!

    Ainda que a Bíblia Sagrada influencie diretamente a literatura, a cultura e a história do País e do mundo, fazer o seu uso como objeto de estudo em sala de aula é considerado inconstitucional para as autoridades supremas, justificado pelos ideais de um Estado laico – ou seja, sem religião – adotado pela Constituição Federal.


    Segundo o Supremo Tribunal Federal (STF), a ideia inicial é que os princípios religiosos não interfiram nas decisões tomadas pelo Estado e vice-versa, garantindo a liberdade de crença sem que haja prioridade a nenhuma expressão de fé ou religião.


    A Bíblia nas prisões

    Em paralelo, o pensamento em relação à limitação das Escrituras Sagradas muda quando o contexto se trata de pessoas em penitência nos milhares de setores prisionais espalhados pelo País. Lá, apesar das inúmeras restrições impostas aos que vivem em cárcere, a entrada da Bíblia é mais do que bem-vinda.


    No Brasil, governos de diferentes localidades já classificaram a Bíblia como obrigatória no acervo das unidades prisionais, sendo utilizadas até mesmo como redução de pena àqueles que mantêm uma rotina de leitura durante sua ressocialização. A iniciativa reflete, é claro, o reconhecimento das Sagradas Escrituras como um manual essencial na formação de valores morais e éticos de um cidadão. Diante disso, a pergunta que fica é: será que se esses que estão privados de liberdade por práticas criminosas tivessem a Bíblia como um manual de vida no passado, hoje não teriam uma realidade diferente?


    Manual da vida

    Certamente, os ensinamentos deixados pelos seus pais em sua infância fazem parte dos seus valores até os dias de hoje, e seguirá por toda a vida. Assim também acontece com aqueles que são instruídos pela Palavra de Deus. A Bíblia não é somente um arquivo histórico, mas um manual deixado por Ele para guiar os Seus filhos em sua passagem pela Terra. Assim como um pai ensina, exorta e orienta os seus filhos, Deus educa o ser humano sobre a maneira certa de se viver.


    Um estudo publicado pelo Center for Bible Engagement, realizado com mais de 40 mil norte-americanos entre 8 e 80 anos, observou que a frequência da leitura da Bíblia está diretamente ligada ao comportamento humano. Assim, se conclui que pessoas que mantêm uma relação maior com as Sagradas Escrituras se apresentam menos expostas à comportamentos prejudiciais e inadequados, inclusive crianças. O que prova e reafirma aquilo que, antes, já foi dito por Deus: “Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele” (Provérbios 22.6).


    O conhecimento da Palavra de Deus enquanto criança possibilita que muitas delas se mantenham nos bons costumes na fase adulta. Por isso, chega-se à conclusão: se muitos tivessem a oportunidade de aprender sobre as Escrituras em sala, não precisariam aprender sobre ela no cárcere de uma prisão.





    COMENTÁRIOS

    Buscar

    Alterar Local

    Anuncie Aqui

    Escolha abaixo onde deseja anunciar.

    Efetue o Login