Marcelo Crivella participa da retomada das obras de Clínica de Imagens

A obra está prevista para terminar em janeiro do ano que vem

Por Prefeitura do Rio 09/10/2019 - 11:49 hs
Foto: Mariana Ramos/Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, participou, nesta terça-feira, 8 de outubro, da retomada das obras da Clínica de Imagens Rio da Prata, em Bangu, na Zona Oeste. Essa será uma das duas grandes unidades de referência para esse tipo de exame que a Prefeitura irá disponibilizar à população até o fim desta gestão. A obra, em estágio avançado de construção, está prevista para terminar em janeiro do ano que vem. O custo total é de R$ 5 milhões. Serão 1.350 mil metros quadrados de área construída, contando com anexo de 250 metros quadrados só para o departamento de exames por imagens.

– Vamos inaugurar aqui uma Clínica da Família especial, com diversos equipamentos modernos para exames clínicos. Estamos falando de aparelhos de ressonância magnética; de Raio X digital; de doppler; de ecocardiograma; enfim, de um monte de exames que os moradores poderão fazer. Tenho certeza que a Zona Oeste ficará muito bem atendida nessa super Clínica da Família –destacou Crivella.

Morador há 40 anos da localidade, João Pontes Neto classificou a conquista dos moradores como “avanço inestimável”.

– É um passo muito importante no setor da saúde. Valeu ter mantido a esperança – disse João.

Joana Barbosa Dias, de 68 anos, lembrou que os moradores são obrigados a se deslocar a outros bairros distantes atrás de socorro médico.

– Nossa agonia vai acabar em pouco tempo. Seremos eternamente gratos à Prefeitura – completou Joana.

Novos tomógrafos garantem milhares de exames

Nesta gestão, a prefeitura já realizou mais de 60 mil tomografias com novos equipamentos. Ao todo foram adquiridos 11 novos tomógrafos, renovando o parque tecnológico dos hospitais da rede de urgência e emergência. O investimento é fruto de emendas parlamentares – uma delas de quando o prefeito era senador e que destinou ao Rio R$ 50 milhões – e permitiu que a Secretaria Municipal de Saúde atingisse a marca de 63.807 exames de tomografia realizados em sete dos 11 novos tomógrafos comprados.

O primeiro tomógrafo a entrar em operação foi o destinado ao Hospital Municipal Albert Schweitzer, inaugurado em agosto de 2018 e que, desde então, realizou 29.108 exames. Dos outros dez equipamentos comprados, seis já estão em operação nos hospitais Salgado Filho (inaugurado em 18 de março), Pedro II (22 de março), Lourenço Jorge (14 de maio), Miguel Couto (27 de maio), Ronaldo Gazolla (23 de julho) e Souza Aguiar (31 de julho). Outros quatro entram em operação nos hospitais da Piedade, Francisco da Silva Telles, Rocha Faria e Evandro Freire assim que as obras de adequação dos espaços para o funcionamento dos equipamentos estejam concluídas.

O investimento ainda é responsável pelos novos carrinhos de anestesia, que oferecem mais segurança nas cirurgias, assim como os arcos cirúrgicos (intensificadores de imagens, que oferecem mais precisão nas cirurgias ortopédicas). Entre as aquisições também está um aparelho de ressonância magnética para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, primeiro da rede municipal a contar com o serviço.

Há ainda novas e modernas camas hospitalares, qualificando os leitos da rede de assistência, aparelhos de Raio X e de ultrassonografia e equipamentos de oftalmologia para a realização de cirurgias de catarata, entre outros procedimentos, além de autoclaves (aparelho para esterilização de materiais), respiradores, bombas de infusão, berços para maternidades e computadores que auxiliarão na implantação do prontuário eletrônico nos hospitais.