Plenário do STF poderá decidir na quarta sobre cerimônia religiosa presencial

Contrapondo à decisão do ministro Nunes Marques, o Ministro Gilmar Mendes decidiu pelo fechamento de igrejas em São Paulo

Por Dayane Alves 05/04/2021 - 14:33 hs
Foto: Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, decidiu pelo fechamento de igrejas em São Paulo se contrapondo à decisão do ministro Nunes Marques, que neste fim de semana autorizou cultos presenciais. 


A decisão de Gilmar ocorreu no âmbito de uma ação do PSD (Partido Social Democrático), que discorda de um decreto do governador de São Paulo, que proíbe encontros presenciais em templos do estado. 


A decisão do ministro foi encaminhada ao plenário. Portanto,  a palavra final será do Plenário do Supremo Tribunal Federal. Segundo informação confirmada por auxiliares do presidente do STF, ao Igor Gadelha, analista da CNN, embora ainda não há uma data marcada, a decisão poderá ser definida nesta quarta-feira (7).  


(*) Com informações de CNN Brasil