Tratamento para a COVID-19

Médico Anthony Wong fala sobre o uso de cloroquina, hidroxicloroquina e azitromicina. Confira no vídeo abaixo

Por Alessandra Benac 27/05/2020 - 11:43 hs
Foto: freepik

Desde quando o primeiro caso de COVID-19 foi confirmado no Brasil, em 25 de fevereiro último, até o atual momento, com milhares de contaminados e mortos no país, a situação tem se agravado dia após dias e preocupado as autoridades de todas as esferas, especialmente sobre o que fazer para conter esse vírus invisível.

O primeiro método adotado para diminuir o número de infectados e mortes foi o isolamento social (quarentena), mas isso afetou fortemente a economia no país e mundialmente.

Os sintomas mais comuns da COVID-19 são febre alta, tosse e dificuldade de respirar, podendo evoluir para quadros de pneumonia graves, outras complicações e levar à morte rapidamente.

Com isso, o mundo busca soluções para alcançar a cura definitiva da doença. Cientistas têm desenvolvido vacinas com anticorpo contra o vírus e tantas outras estão sendo testadas mundo afora.

Contudo, um dos tratamentos mais discutidos no momento é a administração da cloroquina ou hidroxicloroquina e azitromicina. Segundo especialistas, esses componentes têm a função de diminuir a carga viral de pacientes, bloqueando a entrada do vírus na célula. Os medicamentos já são usados no tratamento de outras doenças, como a malária, o lúpus e a artrite reumatoide.

Para falar sobre o assunto e o uso dessas substâncias no tratamento no novo coronavírus, o professor e doutor Anthony Wong dá informações importantes no vídeo abaixo. Confira:



Acompanhe a Unigrejas no Facebook