É possível uma nova Reforma hoje?

O grande destaque da Reforma Protestante foi a Bíblia, a Palavra de Deus.

Por Reverendo Domingos Lima 01/11/2020 - 22:37 hs

 É possível uma nova reforma  hoje?

Depois de 500 anos, muitas pessoas se perguntam se é possível uma nova Reforma Protestante. Essa questão surge da constatação da realidade lamentável em que se encontra grande parte das Igrejas atualmente. Todavia, é claro que uma reforma como a que ocorreu no século 16 não será mais possível. Obviamente isso nunca mais se repetirá. Além do mais, quando a Reforma aconteceu só havia uma Igreja que precisava ser reformada (com exceção da Igreja Oriental).Já na atualidade, temos milhares de igrejas que se distanciaram em menor e maior grau das Escrituras.

Isso significa que embora uma Reforma Protestante como a que teve lugar no século 16 não seja mais possível, a verdade é que a Igreja continua clamando por reforma independentemente da época, Satanás sempre levanta seus agentes para tentar distorcer e manipular a Palavra de Deus. Então os verdadeiros cristãos são diariamente apresentados diante de novos desafios em que é preciso defender a causa do Evangelho.A Igreja estar preocupada em se parecer mais e mais com Cristo e em sempre se aproximar das Escrituras como seu alvo principal. A Igreja deve manter em mente que a Palavra de Deus jamais muda. É por isso que o grande destaque da reforma não foram as 95 Teses de Lutero, ou os 67 Artigos de Zuínglio, nem mesmo as Institutas de Calvino. O grande destaque da Reforma Protestante foi a Bíblia, a Palavra de Deus. Os reformadores não descobriram novas doutrinas, mas apenas redescobriram as verdades imutáveis das Escrituras que tinham sido escondidas pelo entulho das tradições humanas. Isso significa que o verdadeiro agente reformador da Igreja não foi nenhum desses nomes, mas o próprio Espírito de Deus. A Igreja genuína continua em reforma porque ela é Templo do Espírito Santo, e jamais deixará que tradições ou mesmo inovações e pensamentos relativistas e subjetivos soterrem a verdade do Evangelho. A Reforma Protestante do século 16 faz o cristão se lembrar da necessidade de não se dobrar ao pecado e da importância de se retornar às Escrituras quantas vezes forem necessárias.


Reverendo Domingos Lima