A verdadeira Festa

Depois, foram Moisés e Arão e disseram a Faraó: Assim diz o Senhor, Deus de Israel: Deixa ir o meu povo, para que me celebre uma festa no deserto. (Êxodo 5.1)

Por Pastor Paulo Cesar Monteiro Silveira 01/12/2019 - 20:24 hs

Qual a festa você vem celebrando, e qual festa quer celebrar? A proposta de Deus para o povo era uma festa, diferente de todas que já tinha visto.

Tem pessoas que se preocupam com festas pagãs, de final de ano, como natal, ano novo, entre outras, mas a festa que Deus quer que celebremos, é a festa da liberação, tanto é que essa festa é celebrada até os dias de hoje, e uma delas é a festa da Páscoa e das primícias.

 E Arão, vendo isto, edificou um altar diante dele; e Arão apregoou e disse: Amanhã será festa... (Êxodo 32.5)

... e o povo assentou-se a comer e a beber; depois, levantaram-se a folgar. Então, disse o Senhor a Moisés: Vai, desce; porque o teu povo, que fizeste subir do Egito, se tem corrompido, e depressa se tem desviado do caminho que eu lhes tinha ordenado; fizeram para si um bezerro de fundição, e perante ele se inclinaram, e sacrificaram-lhe, e disseram: Estes são os teus deuses, ó Israel, que te tiraram da terra do Egito. (Êxodo 32:6-8)

Depois da libertação do Egito, o povo promove uma festa, muito parecida com os hábitos egípcio, da qual as festas desse mundo não agradam a Deus, cuidado para não se enganar com os maus hábitos do passado e de povos que não tem nada de Deus

Lamentavelmente esse povo não desfrutaram dessa festa verdadeira, pois não entraram na terra de promessa. E este dia vos será por memória, e celebrá-lo-eis por festa ao Senhor; nas vossas gerações o celebrareis por estatuto perpétuo. (Êxodo 12.14)

Contrário do que muitos pensam, essa festa é por estatuto perpétuo, ou seja, é para todos, os que ainda estão no Egito (mundo) promessa de saída, ou para aqueles que já saíram, para celebrar como estatuto perpétuo, resumindo o sacrifício é para TODOS.

 

Pastor Paulo Monteiro