Servo de Deus ou servo de aparência?

É preciso fazer uma avaliação da nossa vida.

Por Pastor Lopes 13/11/2019 - 06:18 hs

E disse Salomão: De grande beneficência usaste tu com teu servo Davi, meu pai, como também ele andou contigo em verdade, e em justiça, e em retidão de coração, perante a tua face; e guardaste-lhe esta grande beneficência, e lhe deste um filho que se assentasse no seu trono, como se vê neste dia. Agora, pois, ó Senhor meu Deus, tu fizeste reinar a teu servo em lugar de Davi meu pai; e sou apenas um menino pequeno; não sei como sair, nem como entrar.1Reis 3:6,7

Muitos servos, assim como Salomão, começaram bem na fé, dispostos a obedecer e agradar a Deus; se preocupavam em fazer á vontade Dele, tinham humildade, retidão e temor dentro do coração. Não mediam esforços para chamar a atenção de Deus, seja em vigílias, presença constante na Igreja e muita disposição no Altar.

Mas existe uma frase conhecida por muitos: O MAIOR VENCEDOR É AQUELE QUE VENCE O TEMPO. Porque sucedeu que, no tempo da velhice de Salomão, suas mulheres lhe perverteram o coração para seguir outros deuses; e o seu coração não era perfeito para com o Senhor seu Deus, como o coração de Davi, seu pai, 1Reis 11:4. O tempo foi passando, e com ele foi acabando a dependência, a humildade, a disposição, a fidelidade e toda aquela obediência. Toda orientação Divina foi trocada por vozes humanas e sentimentos e por consequência uma fé dividida.

Pelo que o Senhor se indignou contra Salomão; porquanto desviara o seu coração do Senhor Deus de Israel, o qual duas vezes lhe aparecera. 1Reis 11:9. Quantos que quando chegaram diante de Deus, se sentiam incapazes, infelizes, cheios de problemas e complexos, mas, Deus apareceu em suas vidas, através de resultados e milagres, ouve uma mudança. Muitos que não eram nada se tornaram muito abençoados, mas assim como Salomão se desviaram e não perseveraram na fé inicial.

Assim disse o Senhor a Salomão: Pois que houve isto em ti, que não guardaste a minha aliança e os meus estatutos que te mandei, certamente rasgarei de ti este reino, e o darei a teu servo. Todavia nos teus dias não o farei, por amor de Davi, teu pai; da mão de teu filho o rasgarei; 1Reis 11:11,12. O que chama a atenção para esses versículos, é que, Salomão continuou sendo “rei”, mas Deus já não era mais com ele; se tornou um reinado de “aparência”, apenas de fachada, faltava o principal, a vida com Deus. Infelizmente há muitos servos, independente da sua posição, que se encontram na mesma situação. Estão dentro da Igreja, até pregam a palavra de Deus; tudo aparência, só uma fachada, pois não existe mais vida com Deus. Estão apoiados em seus títulos e cargos dentro das mesmas, mas perderam a santidade, não obedecem mais.

 Levantou, pois, o Senhor contra Salomão um adversário, Hadade, o edomeu; ele era da descendência do rei em Edom. 1Reis 11:14. Também Deus lhe levantou outro adversário, a Rezom, filho de Eliada, que tinha fugido de seu senhor Hadadezer, rei de Zobá, contra quem também ajuntou homens, e foi capitão de um esquadrão, quando Davi os matou; e, indo-se para Damasco, habitaram ali, e reinaram em Damasco. E foi adversário de Israel, por todos os dias de Salomão, e isto além do mal que Hadade fazia; porque detestava a Israel, e reinava sobre a Síria. 1Reis 11:23-25. Um reinado que durante muito tempo tinha paz por todos os lados, terminou de forma vergonhosa, em meio a guerras e sem paz.

É preciso fazer uma avaliação da nossa vida. Estamos vencendo o tempo, ou sendo vencidos pelo tempo? Não podemos aceitar viver uma vida com Deus apenas de aparência.